EVOLUÇÃO DA TEORIA ORGANIZACIONAL: AS PERSPECTIVAS DA TEORIA SISTÊMICA E DA GESTÃO POR PROCESSOS

Nathália de Melo Santos, Rebecca Impelizieri Moura da Silveira, Fabrycia Maria Teodoro Santos

Resumo


Resumo

As crescentes transformações mercadológicas fazem com que a competição empresarial se torne cada vez mais acirrada, exigindo das organizações a quebra de paradigmas até então estabelecidos. Assim, faz-se necessária a adoção de uma nova forma de pensamento e atuação, que integre à cadeia de suprimentos de montante a jusante e favoreça a responsividade por meio da integração efi caz de seus subsistemas. Nesse contexto, o artigo tem por objetivo enfatizar as contribuições da Teoria Geral dos Sistemas (TGS) e da Teoria Sistêmica Organizacional à elaboração do arcabouço teórico-conceitual da Gestão por Processos, de acordo com as abordagens BPO e BPM. Para tanto, este ensaio teórico, de caráter bibliográfi co e exploratório, apresenta uma análise crítica às diretrizes defendidas pelas teorias “funcionalistas” de Taylor, Ford e Fayol, em oposição às quais se constroem os pilares da TGS. Estes últimos elucidam a importância de se trabalhar a organização como um todo e incluir, nas análises organizacionais, o dinâmico ambiente externo. Evolução da TGS, a Gestão por Processos auxilia as organizações a se adaptarem às demandas colocadas pelo mercado, uma vez que busca ampliar o foco da organização e enfatiza a criação e oferta de valor ao cliente dentro de uma perspectiva horizontalizada. Os resultados deste trabalho subsidiam um entendimento mais aprofundado sobre a orientação e gestão por processos, o que favorece novas interpretações e possibilidades de pesquisa no campo de estudo.

 Palavras-chave: Teoria Geral dos Sistemas (TGS). Gestão por Processos. BPM/BPO.

 


Texto completo:

PDF