GOVERNANÇA CORPORATIVA, VALOR E DESEMPENHO DE EMPRESAS COM PARTICIPAÇÃO ACIONÁRIA DE FUNDOS DE PENSÃO

Luciana de Souza Lima, Luiz Felipe Jacques da Motta, André Luiz Carvalhal da Silva, Vinicius Mothé Maia

Resumo


O presente estudo buscou identificar a existência de associação estatisticamente significativa entre a presença de fundos de pensão na estrutura societária e a qualidade da governança corporativa, desempenho e valor das empresas participadas no período de 2005 a 2011. Os maiores fundos de pensão têm grande interesse em monitorar a gestão das empresas, visto que possuem participações relevantes no capital, o que diminui a sua mobilidade sem influenciar sensivelmente os preços das ações. A governança corporativa foi medida pelo Índice de Governança Corporativa (IGC) de Carvalhal e Leal. A análise da associação entre a presença das fundações e a governança, desempenho e valor foi medida por modelo de efeitos fixos para dados em painel. A relação entre a presença de fundos de pensão e o desempenho operacional das empresas mostrou-se negativa e significativa. Os resultados sugerem que a presença de fundos de pensão no capital acionário pode agregar boas práticas de governança às empresas, mas não significa melhora no desempenho.

Palavras-chave: Fundos de Pensão. Governança Corporativa. Desempenho. Valor.


Texto completo:

PDF