IMPACTO DA GESTÃO DE ESTOQUES NO DESEMPENHO FINANCEIRO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE CAPITAL ABERTO

Roberta Leal Hias Teruel, Claudia Olimpia Neves Mamede Maestri, Karem Cristina de Sousa Ribeiro

Resumo


A gestão de estoques é um assunto amplamente discutido no meio corporativo. Os gestores devotam parte de seu tempo e esforço para encontrar um nível ótimo de estocagem e assim contribuir para a maximização de valor da empresa.  Logo, evidencia-se a necessidade de busca por um nível adequado de estoques capaz de garantir a sustentabilidade econômica da empresa.  O presente estudo, que se trata de uma pesquisa descritiva e quantitativa, tem como objetivo analisar a relação entre o prazo médio financiamento de estoques e o desempenho das organizações brasileiras de capital aberto listadas na BM&FBovespa no período de 2010 a 2014 a partir de uma amostra de 1629 observações e 378 empresas, utilizando a análise dos mínimos quadrados ordinários (MQO). Os resultados encontrados não corroboraram a relação inversa que deveria ser observada entre as variáveis, mas este fato se deve a complexidade de fatores que influenciam a formação do resultado das empresas, e que vão além dos níveis de estocagem, tais como a gestão eficiente do caixa, dos valores a receber, além de fatores externos, como condições econômicas e da demanda. Como estudos futuros recomenda-se ampliar a amostra para outros países e também realizar regressões distintas por setor para que se possa identificar a razão dessa inversão.

Palavras-chave: Gestão de estoques, Prazo médio de financiamento de estoques, Desempenho financeiro.


Texto completo:

PDF