FATORES DE COMPETITIVIDADE NA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Thiago Coelho Soares, Darlan José Roman, Rolf Hermann Erdmann

Resumo


o objetivo deste artigo consiste em destacar, a partir da produção acadêmica recente, os fatores que são considerados na busca de competitividade em Instituições de Ensino Superior (IES) e verificar se estes se enquadram nos resultados do estudo feito por Roman et al (2012), que levantou fatores de competitividade em organizações. A estratégia metodológica foi baseada na análise por categoria, a forma mais usada de análise de conteúdo. Foram encontrados vinte e nove artigos e vinte e cinco tiveram seus conteúdos classificados no modelo. Os autores destes artigos evidenciam que os fatores de competitividade do modelo utilizado são essenciais na procura por competitividade também em instituições de educação superior. Verificou-se que cada um dos fatores abordados encontrou correspondência nos escritos dos autores da área universitária ou de educação, estabelecendo assim a possibilidade de estabelecer um modelo geral, capaz de orientar a competitividade em organizações universitárias. Esses fatores, não só permitem determinar caminhos estratégicos, como também ajudam a estabelecer prioridades para obter melhor desempenho e competitividade.

Texto completo:

PDF