USO DE PESQUISAS DE CLIMA ORGANIZACIONAL NO BRASIL

Lina Eiko Nakata, Elza Fátima Rosa Veloso, André Luiz Fischer, Joel Souza Dutra

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar perspectiva conceitual sobre clima organizacional e levantamento empírico com gestores ligados à Gestão de Pessoas. Foi realizado com o intuito de investigar a utilização de pesquisas de clima organizacional no mercado brasileiro, através de suas definições e aplicação (histórico, adesão, processos, participação e efetivação, recursos), além do uso dos resultados dessas pesquisas como ferramenta de gestão. A pesquisa parte do pressuposto de que as organizações em geral utilizam esse instrumento para compreender as necessidades, preocupações e percepções dos empregados, e utilizam os resultados em decisões gerenciais. Desta forma, um survey foi realizado: foram aplicados questionários que continham questões fechadas com alternativas dicotômicas, respostas múltiplas e alternativas hierarquizadas. O estudo traz como proposta de contribuição à área de Administração a ampliação da visão sobre o uso de pesquisas de clima organizacional na gestão de empresas. Foi possível concluir que essa ferramenta é bastante utilizada, e seu uso é amplo e constante. Os resultados indicam também que esse tipo de pesquisa seja um instrumento valioso da Administração Estratégica.

 

Palavras-chave: Clima organizacional. Levantamento empírico. Gestão de pessoas. Administração estratégica. Ferramentas de gestão.

 


Texto completo:

PDF