SOBRE A PERTINÊNCIA DA DISCIPLINA DE FILOSOFIA ÉTICA PARA O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

Gabriela D'Ávila Schüttz

Resumo


Este texto discute a importância do estudo da filosofia e da ética para futuros gestores a partir de uma reflexão básica: qual a utilidade prática da filosofia para o administrador? Defende-se que o reconhecimento ou não da pertinência da filosofia como disciplina obrigatória nos cursos de graduação em administração de empresas depende do entendimento que temos das atividades relacionadas à figura do administrador. E que, se virmos no profissional da administração a característica crucial de um profissional cujas atividades vinculadas à tomada de decisão desempenham papel principal em suas atribuições, o ensino-aprendizado de filosofia e ética são fundamentais. Neste sentido, concluímos que quando as consequências de nossas ações se refletem efetivamente sobre a vida de uma organização e todos que  dela participam, como no caso do administrador, é preciso desenvolver uma compreensão ampla e profunda a respeito das escolhas e ações adotadas, não apenas para convencer colaboradores, mas principalmente para tomarmos a melhor decisão, para o maior número de pessoas, tal qual a máxima utilitarista.


Palavras-chave: Filosofia. Ética. Administração de Empresas.


Texto completo:

PDF