APLICABILIDADE DA TEORIA DO CAOS A ORGANIZAÇÕES

Ernesto Jose Vieira

Resumo


Resumo

A análise da utilização da Teoria do Caos e o controle de rupturas em mercados altamente competitivos é uma teoria que apresenta um sistema com uma ordem em uma aparente aleatoriedade, com padrões – comportamentos que ocorram mais de uma vez – ao longo do tempo. Analisa-se o comportamento do caos em empresas, antes do ponto de bifurcação. Neste artigo foram pesquisadas as características da Teoria do Caos em processos de planejamento em organizações. Objetivou-se compreender os fundamentos da Teoria do Caos na gestão das empresas, a existência de elementos típicos da Teoria do Caos, nos processos de planejamento, e as variáveis controláveis que previnem o caos de ruptura; se a visão, a missão e os objetivos consistem em atratores que evitam a instalação do caos de ruptura; e variáveis e faixas de controle utilizadas pelos dirigentes para evitar o caos de ruptura. A metodologia qualitativa empregou estudo exploratório para identificar as variáveis e faixas de controle empregadas. Foram estudadas 10 empresas da Grande Belo Horizonte, evidenciando-se elementos típicos da Teoria do Caos nos processos de planejamento e variáveis controláveis que podem evitar o caos de ruptura. Os resultados validaram as proposições teóricas iniciais, indicando a possibilidade da utilização dos conceitos da Teoria do Caos e do controle de rupturas em mercados altamente competitivos.

Palavras-chave: Teoria do caos. Controle de rupturas. Ponto de bifurcação. Sistema dinâmico. Caos de ruptura.


Texto completo:

PDF