IMPACTO NA MUDANÇA DA POLÍTICA DE RETORNO DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS PERECÍVEIS: ABORDAGENS AMBIENTAL E ESTRATÉGICA

Claudimar Pereira Da Veiga, Cássia Rita Pereira Da Veiga, Anderson Catapan, Ubiratã Tortato, Heitor Takashi Kato

Resumo


Resumo

A política de retorno de produtos do varejo é considerada um instrumento para coordenação do canal, ou seja, uma maneira de maximizar a eficácia de toda cadeia de suprimentos. Esse compromisso do fornecedor, aliado a uma gestão sustentável, pode gerar vantagem competitiva sobre os rivais. Nesse contexto, o objetivo deste estudo é analisar como a política de retorno de uma empresa distribuidora de produtos alimentícios perecíveis pode torná-la mais competitiva no mercado varejista. Para tanto, este estudo (i) descreve em detalhes a mudança na política de retorno como um novo modelo de gestão de negócios avaliando as causas de excesso de inventário e a obsolescência na cadeia de suprimentos de produtos alimentícios; (ii) avalia as vantagens competitivas criadas na dimensão econômico-financeira e na dimensão ambiental-legal. Trata-se de um estudo de caso de cunho descritivo, longitudinal, com corte transversal, usando-se de dados qualitativos e quantitativos. Os resultados demonstram que, além dos ganhos ambientais com o gerenciamento de resíduos sólidos, a mudança estratégica gerou redução significativa dos custos com a política de retorno, as informações detalhadas do varejo e o melhor gerenciamento da cadeia de suprimentos.

Palavras-chave: Política de retorno. Gerenciamento de resíduos. Sustentabilidade


Texto completo:

PDF