O PODER PREDITIVO DE PERCEPÇÃO DE JUSTIÇA SOBRE SUPORTE ORGANIZACIONAL E SEU IMPACTO SOBRE O COMPROMETIMENTO AFETIVO

Mirlene Maria Matias Siqueira, Luciano Venelli Costa, Douglas Filenga

Resumo


Resumo

O presente trabalho testa um modelo envolvendo percepção de justiça (distributiva e de procedimentos)como antecedente de percepção de suporte organizacional e esta como antecedentede comprometimento organizacional. As quatro escalas foram respondidas por 1253funcionários públicos na Grande São Paulo. O modelo foi testado com modelagem de equaçõesestruturais pelo método Partial Least Square e revelou que a percepção de justiçaexplica 50,4% da percepção de suporte organizacional, e esta explica 36,2% do comprometimentoafetivo. Os resultados são úteis para a adequada gestão de pessoas, com especialatenção aos instrumentos de avaliação e compensação.

Palavras-chave: Percepção de justiça. Percepção de suporte organizacional.


Texto completo:

PDF